Atleta do basquete de Criciúma é convocada para jogar nos Estados Unidos

Além de atuar nas quadras, Mariana Zanelatto, de 20 anos, irá estudar no país

Data: 10/09/2019 Última Atualização: 2019-09-10 19:37:02 Texto: Fabrício Júnior Foto: Divulgação/FME

A criciumense Mariana Zanelatto, de 20 anos, foi convocada para jogar basquete nos Estados Unidos. Além de atuar no esporte, a atleta da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma/Satc irá estudar no continente norte-americano. Esta não será a primeira vez que Mariana jogará nos EUA. Aos 17 anos, a jogadora de basquete foi chamada para atuar na High School Wasatch Academy.

Mariana, que iniciou no basquete aos 10 anos em um projeto da FME, recebeu o convite para jogar novamente nos Estados Unidos, em agosto deste ano, na universidade Eastern Wyoming College. “Estou muito feliz com mais essa conquista e de poder estar voltando a jogar o basquete americano. Foi uma surpresa para mim e minha família, tudo aconteceu muito rápido”, lembra a atleta, que fez questão de reforçar o apoio recebido durante sua trajetória no esporte. “Só tenho que agradecer a Deus e a todo meu time e, principalmente, a minha técnica Luana, que sempre estiveram torcendo por mim. Com certeza não será nada fácil, mas eu darei o máximo para conquistar o meu lugar”, completa.

Por sua vez, a técnica da FME/Satc, Luana Scaini Minotto, fez questão de exaltar o potencial da criciumense. “Conseguir uma bolsa dessa com certeza é para os melhores. Tenho certeza que vai nos representar muito bem e desejamos que ela venha a ter uma boa temporada e cresça ainda mais”.

Já o presidente da FME, Nícola Martins, reforçou a importância da parceria com a Satc e disse estar torcendo pela criciumense. “Isso é fruto de um projeto sério, que já formou grandes atletas, e a Mariana é mais uma. O trabalho feito pela Luana é excelente e nós estamos sempre na torcida por nossas meninas do basquete e de todas as modalidades”, enfatiza.

 

Site desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação